Depressão Pós-COVID – Somente Áudio

Clínica TotalBalance
Clínica TotalBalance
Depressão Pós-COVID - Somente Áudio
/

Dr. Sergio Klepacz da Clínica TotalBalance fala a respeito da depressão pós-COVID.

Neste vídeo você irá conferir:

  • Quais são os sintomas e o que é esta síndrome pós-COVID.
  • As principais queixas que podem afetar as pessoas no pós-COVID.
  • Como age o sistema serotonérgico.

Siga o programa no Instagram.

Transcrição

Drº Sergio Klepacz – Bom, hoje eu vou falar de um tema bem interessante, a questão da depressão pós-Covid.

É um assunto que tem aparecido muito em termos… principalmente pelos psiquiatras, né, a gente tá observando. As pessoas que pegaram Covid, principalmente as pessoas que pegaram grave ou que evoluíram de forma grave, com internação, têm se queixado dessa… a chamada Síndrome Pós-Covid, em que existe um desânimo muito grande, uma fraqueza, uma… que a gente chama, uma astenia, principalmente um desinteresse pelas coisas.

Eu peguei o Covid grave, tá? Há um mês e pouco atrás, e eu passei por isso. Eu me lembro que eu sempre me interessei… sempre gostei muito do mar, gosto muito de atividades náuticas, esportes náuticos. Eu me lembro que eu fui convalescer lá no litoral, e eu olhava o mar assim, e aquilo parece que não tinha mais prazer. Antigamente, eu olhava o mar, falava:

“Nossa, eu quero fazer atividade, esportes náuticos”.

E, de repente, é como se eu não tivesse mais vontade, olhava o mar assim, não significava mais nada pra mim. Ainda bem que isso durou pouco. Em uma semana eu comecei a retomar essa sensação de prazer pelas coisas. Mas por que que isso está acontecendo? Por que que a gente tem recebido esses casos? Ninguém sabe exatamente.

Pode haver uma vertente física e uma vertente psicológica. Então, se você é internado, se pega Covid grave, -como foi o meu caso-, começa a vim a ideia da morte, a possibilidade de morrer, que, obviamente, que é uma coisa que… é um game-changing no teu emocional, né, muda muito o emocional da pessoa. Mas eu, pessoalmente, desconfio que não é só isso. Quer dizer, alguns trabalhos científicos mostram que pessoas que estão tomando antidepressivos e pegam o Covid, têm uma evolução melhor.

Então, eu desconfio, pessoalmente, assim, que existem duas questões: uma questão é uma possível interferência do Covid diretamente no cérebro, o que pode ser justificado pela questão do olfato, o paladar, afetando áreas centrais ou áreas que recebem esses estímulos no cérebro. É uma espécie de mini encefalite por Covid.

É comum os vírus terem esse comportamento e alterarem, por exemplo… Nesses casos, quando há um comprometimento do próprio vírus no cérebro, possivelmente, as pessoas vão se queixar de falta de capacidade de atenção ou deficiência de memória. Também é uma outra questão que parece que tá afetando as pessoas no pós-Covid. Mas eu tô me focando aqui mais na questão do psíquico-depressivo, né? Essa sensação de desânimo, às vezes até de astenia ou de fraqueza, e de desinteresse, essa coisa toda.

Eu suspeito que existe uma interferência do sistema serotoninérgico

É como se a serotonina fosse mobilizada durante o processo do Covid. Mas o que que tem que ver uma coisa com outra? Eu vou explicar pra vocês. Mas isso é uma teoria minha, ninguém sabe exatamente. O sistema serotoninérgico, ele existe tanto no cérebro quanto circulando no sangue periférico, com funções distintas, mas intercaladas. O sistema serotoninérgico, ele age, através das suas ramificações ali, a serotonina, o triptofano pode virar serotonina, pode virar quinurenina, então tem uma série de particularidades bioquímicas aí que são meio complexas, que eu não vou falar, mas, de algum modo, ele participa da defesa quanto ao excesso de inflamação. Possivelmente, quando você pega um Covid, o seu corpo reage com uma inflamação muito forte, muito exagerada, tá?

Possivelmente, isso faz com que o seu sistema serotoninérgico, pelo menos a parte periférica, seja mobilizada para te defender desse bombardeio de citoquinas ou desse bombardeio de inflamação, tá? Então pode ser que esse sistema serotoninérgico acabe se desequilibrando ou faltando alguns elementos por excesso de uso, e isso explicaria essa depressão pós-Covid também.

Qual seria o tratamento?

Em geral, ela melhora… algumas pessoas se queixam que até por três meses, se a pessoa não fizer nada, ela fica… esses sintomas permanecem. Em alguns casos é necessário realmente uma interferência mesmo, no sentido de reequilibrar esse sistema através de medicamentos, suplementos e coisas assim, e isso, eu acredito que vai ser uma… vai haver algumas experiências, algumas descobertas aí e a gente vai poder falar melhor sobre isso, mas que está acontecendo, está.

Publicado por Dr. Sergio Klepacz

Dr. Sergio Klepacz CRM 39099 – Médico psiquiatra desde 1983 pela Santa Casa de São Paulo, mestrado em psicofarmacologia pela Unifesp. Diretor da clinica TotalBalance Medicina Integrada.